Ana Glória Marques, Estudante de Direito
  • Estudante de Direito

Ana Glória Marques

São Paulo (SP)
2seguidores1seguindo
Entrar em contato

Comentários

(3)
Ana Glória Marques, Estudante de Direito
Ana Glória Marques
Comentário · há 2 anos
Eu sofro violência há vários anos, acabaram com a minha vida, meus pertences, minha alegria. Trata-se de um sujeito que é "homem de segurança" do chefe de uma célula do PCC, e chefe impetrou seu capanga dentro do condomínio de renda mínima, e obrigou os moradores aceita-lo como síndico, ele já tinha preparado todos os moradores a sua submissão com intimidação e ameaças caso não cumprissem suas ordens, que já vem do seu chefe e que são garantidas o cumprimento por pessoas perigosas que tem atrás deles. Eu me neguei assinar ata de assembleia de condomínio aceitando ele como síndico, no dia seguinte ele abriu B.O contra mim pedindo Danos morais, mesmo não tendo falado uma palavra sequer, apenas não o aceitei para síndico. As ameaças foram constantes, logo no primeiro dia, como síndico ele gritou dentro do prédio"Eu proíbo todos os moradores de falarem com a jumenta do apto 41" e proíbo ela se dirigir a qualquer morador, nem mesmo um cumprimento. Não satisfeito ele me denegriu para todos os moradores, inventou as mentiras mais cruéis contra mim, fazia questão de colocar os moradores contra mim, beneficia moradores anulando dívida de condomínio se eles forem no meu apartamento me agredir fisicamente, impede o recebimento das minhas correspondências, exceto os boletos de condomínio, volta minhas encomendas mentindo para os carteiros de que não moro no prédio, instalou interfone em todos os apartamentos, EXCETO NO MEU para que eu não pudesse falar com os moradores e ainda interpôs processo de cobrança de dívida de condomínio, só que o valor cobrado é do rateio da despesa paga pela instalação do interfone, que eu não me beneficiei, meu apartamento é o único no prédio a não ter interfone, antena coletiva, câmeras, reformas no prédio eles pulam meu apartamento, mas me cobram.
A taxa de condomínio que era de R$100,00 ele passou para R$450,00, não temos nenhuma benfeitoria, ele consegue ilegalmente os documentos de compra e venda dos apartamentos dos moradores, sem a autorização destes e abre fraudulentos processos pedindo a execução do apartamento do condômino, ameaça a parte para não se defender e nem comparecer em audiência, os processos são julgados a revelia com o valor que ele pedir, depois ele manda um "candidato a comprador do apartamento do condômino endividado ou faz"acordos da dívida" que muitas vezes os condôminos pagam nas mãos dele e não chegam em conta corrente do condomínio.
Sei que provavelmente os senhores dirão para procurar a polícia, o Ministério Público e resolver na justiça para tira-lo do condomínio, visto que sequer ele tem vínculo com o prédio, mas eu lhes dou um simples argumento, são do pcc e a polícia e MP os protege contra os cidadãos, infelizmente os culpados, os criminosos são os cidadãos e jamais membros do crime organizado

Perfis que segue

(1)
Carregando

Seguidores

(2)
Carregando

Tópicos de interesse

Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros perfis como Ana

Carregando

Ana Glória Marques

Rua 9 de Julho 986 - São Paulo (SP) - 04739-010

Entrar em contato